Categories: Novidades
      Date: Dec  1, 2017
     Title: Mercadão reúne pratos típicos de diversas nacionalidades

Imigrantes fazem parte da história do Mercado Municipal Paulistano desde sua inauguração, em 1933.




Sabia que 1º de dezembro é Dia do Imigrante? A data é uma forma de homenagear os imigrantes de diversas nacionalidades - portuguesa, italiana, alemã, espanhola, polonesa e japonesa, entre outras - que tiveram importante papel na formação da cultura brasileira e na construção de um país mais próspero para todos.

Foram os imigrantes também que, com muita força de trabalho e vontade de vencer, ajudaram a fazer do Mercado Municipal Paulistano um dos mais tradicionais pontos gourmet da cidade de São Paulo e do país. Afinal, boa parte dos comerciantes que deram início às atividades do local, em 1933, era formada por portugueses e italianos. E ainda hoje vários boxes são comandados por imigrantes ou descendentes, inclusive de outras nacionalidades, que fazem questão de manter a tradição familiar e os costumes de seu país de origem. 

Além de empórios especializados em alimentos e bebidas de diversos países, você também encontra no Mercadão restaurantes que oferecem preparações típicas de outras culturas, como é o caso do Raffoul, com esfihas, quibes, tabule e outras iguarias da comida árabe e o Japa Loko, com sushis e sashimis. Isso sem falar nas opções para saborear massas italianas ou então os famosos bolinhos de bacalhau, um dos quitutes da culinária portuguesa preferidos pelos brasileiros. Clique aqui para conferir a lista completa de permissionários do Mercadão, separados por segmento de atuação.

Sobre a data - Existem algumas controvérsias quanto à verdadeira data em que se comemora o Dia do Imigrante. Oficialmente, ela passou a ser comemorada em 1957, quando o decreto n° 30.128, assinado por Jânio Quadros, então governador de São Paulo, determinou o 1° de dezembro como Dia do Imigrante. A escolha da data coincidia, naquele ano, com o primeiro domingo do advento, que corresponde às quatro semanas que antecedem o Natal. Entre os católicos, esse período é dedicado à preparação espiritual antes da vinda de Jesus.

No entanto, numa busca rápida pela internet, encontram-se diversas referências ao 25 de junho como sendo o Dia do Imigrante. Essa data teria sido escolhida por coincidir com o encerramento das atividades da Semana da Imigração Japonesa, que começa no dia 18 do mesmo mês. Seja como for, fica aqui nossa homenagem a todos os imigrantes que, com suas delícias gastronômicas, deixam o nosso querido Mercadão ainda mais gostoso. ;-)

Em tempo: aproveite para conferir aqui a recriação das bandeiras de 18 países com ingredientes e pratos típicos de cada um deles!