Categories: Novidades
      Date: Jul  6, 2017
     Title: Sabia que o Mercadão já abasteceu São Paulo de outra forma?
Veja qual foi a participação do Mercadão durante a Revolução Constitucionalista de 1932.


Você sabia que mesmo antes de ser inaugurado oficialmente, em 25 de janeiro de 1933, o Mercadão
já abastecia a cidade de São Paulo? Só que de uma maneira bem diferente da atual.

É que o local serviu como paiol de armas e munição durante a Revolução Constitucionalista de 1932, movimento armado ocorrido no estado de São Paulo entre os meses de julho e outubro daquele ano e que tinha como objetivo a derrubada do Governo Provisório de Getúlio Vargas e a promulgação de uma nova constituição para o Brasil.

Na ocasião, o prédio ocupado pelo Mercadão - que começou a ser construído em 1928 em substituição
ao antigo mercado municipal que funcionava na Rua 25 de Março - também funcionou provisoriamente como quartel-general e abrigou combatentes. 

Relatos históricos também dão conta de que, após a rendição das tropas, o artista Conrado Sorgenicht Filho chegou a trabalhar por mais dois meses para restaurar parte de seu projeto original. Isso porque alguns soldados teriam treinado pontaria mirando as cabeças dos agricultores ilustrados nos vitrais do Mercadão.

Atualmente o dia 9 de julho, que marca o início da Revolução Constitucionalista de 1932 (também chamada de Revolução Paulista), é a data cívica mais importante de São Paulo. E apesar de ser feriado estadual, neste domingo o Mercadão estará funcionando normalmente. Clique aqui para ver como chegar ao local e aqui para conferir as respostas às dúvidas mais frequentes. Bom feriado e ótimas compras a todos!